07 junho 2013

Sobre Ciúmes e Insegurança.


Muitos imediatamente vão dizer que um pouquinho de ciúme às vezes cai bem.
Não concordo, nem discordo de tal afirmativa.
O real problema é que, o “pouquinho” de ciúme sempre passa do ponto.
Quem tem um pouquinho, mais cedo ou mais tarde, vai ter um pouquinho mais, e é ai que mora o perigo.

Nesses meus poucos anos de vida, já conheci pessoas de todos os tipos. Dos santinhos aos cafajestes sem cura. Gente que gosta de apanhar, gente que gosta de bater. Um pessoal que gosta de carinho exagerado, e outro pessoal que não sabe lidar com carinho nenhum. Entre gregos e troianos, nunca conheci uma pessoa que gostasse de ciúmes exagerado. Muito pelo contrário, já vi relacionamentos incríveis se dissiparem por conta desse vírus da humanidade.

Venhamos e convenhamos ninguém esta totalmente imune a isso. Por mais que saibamos que não é legal e saudável, a gente sempre se pega em algum momento de nossas vidas fazendo questionamentos absurdos e totalmente sem fundamentos.
A boa noticia é que, só cabe a nos controlarmos isso. Ciúme nunca foi, e nunca será prova de amor.
Ciúme exagerado tem dois trágicos significados: desespero e insegurança.
E quem no seu juízo perfeito deseja ter uma pessoa totalmente insegura e desequilibrada ao lado?  
Bom, a resposta vocês já sabem.

Vamos tratar de entender que, se uma pessoa esta com você é porque simplesmente ela não quer estar com fulano(a). Mesmo que fulana tenha uma bunda incrível ou fulano tenha um corpo de parar o trânsito. Antes de exigir amor e desejo de alguém, a gente tem que se amar e se desejar muito. Corpo, peito, bunda e esses critérios que geralmente as pessoas usam como motivos pra ter esse tipo de ciúmes exagerado, não querem dizer nada perto de uma boa dose de segurança e amor próprio. 
Vai por mim, não a nada melhor no mundo do que a segurança de ser boa de mais pra ter que se preocupar em perder pra alguém melhor. Quando a gente entende que toda essa mania de insegurança faz mal pra caramba, as coisas mudam, e pra melhor.

Existem sim, pessoas lindas por toda a parte, isso é um fato incontestável.
Mais quem foi que disse que você não faz parte desse grupo de pessoas?
Deixa-me adivinhar, você mesmo.
A gente tem mesmo essa mania de se achar menos que os outros, e acabarmos alimentando mais e mais esse tipo de insegurança.
E o pior é que, todo mundo ta cansado de saber que quem sempre sai perdendo é tão, e somente quem pensa assim. Existem não sei quantos milhões de pessoas no mundo, porque uma pessoa estaria com você com tanta oferta assim?
Pra mim só existe uma resposta. Porque é com você que ela quer estar. Não tem outro motivo, ninguém é de ninguém, e ninguém pode prender ninguém na sua vida por qualquer motivo que seja. Então vamos parar com esse lenga lenga que ciúmes é prova de amor, ou que quem não tem ciúmes não ama. A verdade que isso é só uma desculpa pra você se tornar um(a) psicopata sem motivo. Então pare. Deixe esse medo e insegurança na pagina um, e vire a pagina o mais rápido que puder.

Lembre-se, não existe entre milhões de pessoas no mundo, alguém igual a você.
Então, não há porque se preocupar, não existe motivo melhor para alguém ter segurança de si mesmo.
VOCÊ É ÚNICO(A).
Se você tem uma pessoa especial ao teu lado, é porque você mereceu, é porque de alguma forma SUA, e somente sua, você a cativou, e pode ter certeza que você consegui lidar com isso.

Agora se mesmo depois de tudo, você ainda se sentir insegura e achar que não merece. Muito CUIDADO.
Porque quem não merece, mais cedo ou mais tarde, perde. (Lorena Aguilar)



2 comentários:

  1. Realmente, o ciúme é um mal conselheiro e as vezes nos faz enxergar problemas onde não existe, acabando com um relacionamento.

    Gostei bastante do texto e me identifiquei com seu blog pois o achei um pouco parecido com o meu :)

    Já estou seguindo aqui, se puder dá uma passadinha no meu depois :D
    bjss

    http://estrela-minha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

AddThis